O que é consumo consciente para você?

BLOG-consumo consciente capa

Estamos no ano de 2020 e este é um tema que cada vez  mais se faz presente no nosso dia a dia, uma vez que a cada vez que compramos algo estamos nos relacionando com toda uma cadeia de produção que desenvolveu aquele produto.

 

Na moda, o debate do consumo consciente veio à tona em 2013 com desabamento do Rana Plaza (um prédio de oito andares que abrigava fábricas, muitas delas de vestuário, e um centro comercial), em Bangladesh. Desde então, a preocupação com as condições da mão de obra envolvida na produção, somou-se definitivamente às preocupações ambientais. 

 

“O que se consome, o que se compra, o que se veste, o que se descarta gera impacto positivos e negativos no meio ambiente e na vida de outras pessoas. Escolhas mais conscientes como comprar de produtores locais, com procedência ética, matérias primas mais ecológicas, comprar roupas de segunda mão, trocar o que não usa, escolher peças mais atemporais e com qualidade que garantam mais durabilidade, usar o que se tem, cuidar bem e consertar são caminhos que na prática podem ajudar.”  Fernanda Simon diretora executiva do Fashion Revolution Brasil em entrevista para a Vogue digital em abril de 2019.

Portanto, ao escolher uma peça para comprar o valor a ser considerado deve ser não apenas o preço pago no ato pelo produto mas a durabilidade da peça ao longo do tempo bem como a eficiência da mesma em relação ao seu objetivo ao comprá-la. Além disso, a possibilidade de submetê-la a reformas e ajustes para estender a sua vida útil também devem ser considerados antes da compra da peça.

 

“A partir da nossa curiosidade vontade de saber, buscamos informações e nos tornamos aptos para fazer escolhas realmente conscientes. Podemos comprar uma peça de roupa por R$15,00 mas saberemos que este não é o valor mais justo a se pagar por uma peça de roupa.” Insecta Shoes para Fashion Revolution Brasil

 

A Madame Sher Corsets desde a sua origem trabalha com matérias-primas de extrema qualidade e procedência garantida, muitas delas produzidas no Brasil e desenvolvidas exclusivamente para a marca. Além disso a mão de obra justa e condições de trabalho humanas sempre foi um ponto fundamental para a produção de todos os produtos da marca. Constantes pesquisas, testes e análises são realizados para que os produtos e a cadeia de produção dos mesmos sejam o mais eficientes e econômicas possível, visando reduzir a produção de resíduos e desperdício.

Ao trazer para as nossas consumidoras um produto de alta qualidade e durabilidade como o Elastique by Madame Sher o nosso intuito é garantir uma peça que tenha a maior eficiência e vida útil possível. Para isso, oferecemos uma série de orientações de uso e dicas de conservação da peça para as nossas #Elasticats bem como o serviço de reparos e ajustes da peça já usada. Além do ajuste de redução, para as clientes que atingiram uma redução de medidas significativa a ponto de a peça ficar folgada mesmo na terceira fileira de fechos, também oferecemos agora ajuste de aumento de manequim para que clientes que tiveram aumento de peso possam voltar a usar o Elastique que já possuem em casa, sem que precisem comprar uma peça nova.

 

Pensando no aumento e flutuações de peso, desenvolvemos o Extensor para que as nossas clientes que já possuem o Elastique possam animar-se para voltar a usá-lo confortavelmente e voltar aos treinos. 

 Nosso foco não é apenas vender um produto mas ajudar as nossas clientes a conquistarem os seus objetivos e estarem satisfeitas com a sua autoestima, amando e cuidando do seu corpo e suas formas independente do número do manequim.